Archive | Melody Farina RSS feed for this section

qual bebedouro ideal para cães de pelagem longa?

7 Oct

Ola meninas

Então você da banho em seu baby deixa ele cheiroso lindo, seco e principalmente barbas limpas ( no caso do shih tzu eles sujam muitoo)

Após banho eles ficam cansados, com sede e puff todo trabalho perdido ao matar sede do pobre cão!

Ele enfia cara inteira dentro do bebedouro e sai pingando pela casa ( é natural não se preocupe e tem solução)

 

A solução é bebedouro de bilha em vários modelos, desde o mais baratos ao mais caros, dos importados aos nacionais, dos que vazam os que não vazam ( sempre madam comprar com duas bolinhas na ponta para não vazar) o da melody tem apenas uma bolinha não  vaza é super bom!

Imagem

 

Literalmente acabaram seus problemas hehe

ele maravilhoso , não molha mesmo eu super recomendo

Melody usa o de bilha desde novinha e ama uma água

segue um video recente da mocinha louca pela aguá: http://www.youtube.com/watch?v=RhZHUO49yBk

Imagem

 

 

Caso nao encontre em nenhum lugar bilha você pode encomendar via email com loja patrocinadora: contato@boutiquedamelody.com.br
ou an loja: http://www.boutiquedamelody.com.br
ou nos telefones e whats: +55 35 9813-4620

Advertisements

Alimentação natural ou ração? Escolha já / Alimentação

7 Oct

Hoje o papo é sério não é mesmo?

vamos escolher qual melhor opção de tratar do pet?

muitas vezes escolhida a ração outras AN. E muitas me perguntam o que é alimentação Natural ( AN)?

 

AN é muito além dos restos de comida ( aquele em que os povos antigos jogava aos cães,  e quando sobravam comida dava eles, Nada saudável) ou da comida que fazemos para nós( piorou mais ainda povos antigos nao usavam sal pelo menos). Ela baseia numa alimentação balanceada e controlada,pode ser crua ou cozida ( somente com aguá, sem óleo e sem sal )

 

vou falar um pouco mais sobre ela em outro post !Imagem

A Ração não é fácil escolher primeiro devemos olhar as composições que devem ter pelo menos 25% de proteína da carne ( bovina, suiná , peixes ou aves)

Após isto devemos ver conservantes, melhor se for sem conservantes industrializados e sim os naturais  as rações que estão na minha lista sempre foram a ( Equilíbrio da total alimentos, proplan, eukanuba ou guabi natural)

Imagem

 

Agora muitas pessoas me pergunta qual a melhor alimentação?

Sem sombra de Dúvidas é Alimentação Natural, porem é necessário ter tempo consultar um veterinário da área de alimentações naturais , já que ela exige tempo para separar alimentos, tamanho e peso do seu animal e quantidade diária corretamente, e se for cozida deverá cozinhar separar em potinhos e guardar , Lembrando é necessário dar nos horários corretos, e muito certo pois um desequilíbrio pode gerar grandes complicações, não é tão fácil quanto parece neh?

E ração ela tão péssima assim?

Não ela não é péssima, ela já é pronta com  nutrientes balanceado, porem não tão boa quanto a AN que você sabe os alimentos que coloca, retira óleo sal e conservantes, produtos trasngenicos entre outros!

É  melhor oferecer algo que tem balanceamento necessário do que fazer uma AN sem controle certo, a Ração são para pessoas que não tem tempo ( assim como eu) de ficar grudada no fogão, pois é necessário TEMPO TEMPO e muito TEMPO para AN.

Estude bastante em breve colocaremos muitas dicas sobre ração e sobre alimentação Natural

 

espero que tenha gostado

beijinhos e até próxima

Look da Mel / pink

30 Sep

 

 

Imagem

 

ola meninas

Como Todas Sabem sou louca por laços, então capricho na melody que sempre fica maravilhosa com laços!

Estes laços vieram do rio grande do Sul da nossa querida Rose Mamys me audola..

 

os laços não podem ser usados todos os dias, eles podem deixar pelos quebrados não faça isto

 

Imagem

 

usamos só ao fim de semanas e para passeios especiais

 

abraços

Noçoes básicas sobre genética

24 Sep

ola então hoje venho dizer sobre genética

Achei texto básico dizendo algumas coisas importantes, e acho que qualquer pessoa que pensa em cruzar tem que pelo menos saber isto que corresponde a 10% do que você deveria saber ou menos, ou seja, tem muito que saber ainda!

Você que acha que cruzar cães é fácil ( se não quiser virar um fundo de quintal ) deverá estudar muito sobre isto ( alem do mais tem raça que você escolheu  a ser estudada)

Lembrando que não sou criadora apenas cuidadora de uma shih tzu que vai ser castrada em breve, porem amo a raça e gostaria que pelo menos na hora de procriar pesquise muito sobre isto

Lembrando: para visualizar melhor basta clicar na imagem

Imagem

ImagemImagemImagemImagem

Pense bem antes de procriar você entende sobre genética?

se sim deixe aqui um pouco de sua experiencia

Castrar ou cruzar?

11 Sep

Porque dizer sim castração e não Cruzamento?

Muitas pessoas acham ilógico está pergunta, boba talvez, necessária sempre!

Você já pensou que não basta só cruzar? é necessário acompanhar o parto , cuidar dos filhotes, e logo depois pode vem mil complicações, como um filhote nascer deficiente, mais fraco ou mãe rejeitar seus filhotes!

Imagem

Hoje vou contar da história da kelly, que fez cruza em casa de sua shihtzu ( um cão dócil e elegante ) e se arrependeu amargamente!

Primeiro ela cruzou, escolheu macho colocou com sua fêmea de shihtzu ( é parte mais simples ou pensamos que é) não é bem assim, é necessário ver se sua cachorrinha está preparada para ser mãe, depois vem genética que deve ser estudada a longo prazo na escolha de um bom casal que deve estar 1000% dentro do padrão, após isto os criadores fazem cruza esperam ansiosos pelos seus filhotes ( kelly fez exames e procurou muito macho perfeito e mesmo assim está acontecendo todos estes problemas

Mais não foi bem assim, após fazer cesariana, eram 4 filhotes, 3 ela perdeu e só um sobreviveu. Vem outro fato que não parou só pela perda dos filhotes.

Teve uma forte anemia e uma hemorragia no pós operatório, não pode amamentar o único filhote que restou, teve que arrumar outra fêmea para amamenta-lo, nisto sem os filhotes Shihtzu começou chorar e procurar eles por toda parte (sim um caso vamos dizer de começo depressivo ou de saudades e solidão extinto materno)

Mais também não parou por ai toda está história, após passar por uma ultrassom a shihtzu está com sinais de homatometra (Ocorre quando a menstruação, sangue ou os lóquios uterinos não são devidamente evacuados através do colo uterino e da vulva, por uma obstrução mecânica ou por processos que obliterem o colo (estenose cervical secundária a procedimentos cirúrgicos, cancro do colo, endométrio, fibromas cervicais, restos ovulares abortivos) pós parto! Corre risco de precisar de uma nova cirurgia, mais está fraca, com anemia e pode ser muito risco de vida!

Imagem

Mamãe kelly ainda relatou: “é Difícil ver todo seu lindo pelo, pesando 4 kilos e tendo que alimenta-la na seringa a cada 4 horas é difícil demais, ve-la olhando para a bolinha na qual ela brincava o dia todo e chorar por não ter forças para correr é doido demais, sem contar que a pessoa tem que estar preparada nos gasto em um mês com ela até a cirurgia gastei 1300,00 reais, mas para salva-la gasto até o que não tenho. Digo isso pois nem todos tem condições de bancar um tratamento, uma cirurgia, uma alimentação top, no caso da minha menina ela come duas latinhas de ração por dia que custa 15,00 reais não é fácil, espero que faça muito pensarem mesmo e castrem sendo machos ou fêmeas não importa mas que castre.”

Imagem

Isto é um história lamentável e que garanto quem nem Kelly e nenhuma outra mamys queria passar por isto!

Maioria das pessoas não castram para cruzar, pense o risco que você está colocando a vida de sua companheira!

Castrar seu animal é um ato para melhorar a qualidade de vida dele

A castração além de evitar uma gravidez não desejada, elimina a chance de ter piometria, Diminui chance de ter câncer de mama e acaba com chances de cancer do colo de útero, evita os cio a cada seis meses com uma gravidez psicólogica .

quanto ao mito de que a castração acaba com a virilidade e afeta negativamente a personalidade do animal, a veterinária explica que esse não é o caso. “As mudanças que podem ocorrer são benéficas e não afetam a personalidade do animal como um todo.” O mais comum é que animais mais agressivos fiquem mais dóceis, os mais agitados fiquem mais pacíficos, e assim por diante. “A mudança é bem sutil. A castração vem para melhorar a vida dos animais com seus proprietários e com sua saúde”, conclui Janaína

Pense antes de adquirir um cão, não o adquira para reprodução e sim para sua companhia, Pessoas leigas vão dizer que quer um pedacinho de seu cão quando ele se for, porem é melhor ver um cão partir de velhice por viver muitos anos ao seu lado, do que partir por um desejo que é seu e não dele

Você não burro por errar, mais burro por não aprender com erro dos outros!

Castre e deixe seu amigo livre destes perigos fatais

você pode conferir mais um pouco aqui: http://www.naturalistotalalimentos.com.br/blog/quem-ama-castra-saiba-a-importancia-de-castrar-seu-animal/

Coprofagia ( mania de comer as fezes ) muito comum nos shihtzu

25 Aug

os shihtzu cada vez mais esta tendo estes relatos ( o que parece ser muito frequente neles) é quase uma consequência da Raça.
É muito comum, na clínica veterinária, queixas relacionadas a cães que comem fezes. “Ver um cachorro com este comportamento me causa repugnância,” colocam-se todos os infelizes proprietários quando vêem seu animal fazendo “aquilo”. Em geral correm para o veterinário em desespero e pedem uma explicação, um tratamento, pois não querem mais que seu cão faça isso

De autoria do médico veterinário Mauro Lantzman, o texto Coprofagia é um dos melhores que encontrei sobre o tema. O texto:

– Apresenta a classificação do seu cão por origem das fezes das quais ele se alimenta;
– Separa, didaticamente, as possíveis causas do problema, que podem ser, na maioria das vezes, metabólicas (doenças) ou comportamentais;
– Esclarece que não há respostas definitivas para as causas da coprofagia e que, muitas vezes, vários fatores podem contribuir para que seu cachorro comece a comer as próprias fezes (causas multifatorias) e;
– Apresenta opiniões esclarecedoras de profissionais veterinários sobre a coprofagia, enriquecendo o debate.

Embora o ato de comer as próprias fezes, ou de outros animais, nos pareça totalmente nojento, para os cães esta não é uma atitude “escandalosa”.

Claro que isso não quer dizer que todos os cachorros estão pensando em servir canapés de “patê du cocô” para os convidados caninos, mas com certeza a cadelinha do prédio ao lado não vai deixar de namorar o seu garanhão só porque ela o viu fazendo uma “boquinha” pouco ortodoxa.

Falando sério. O ato de comer fezes deve ser tratado, mas não fique pensando que o seu cachorro é nojento ou anormal por causa disso.

Um exemplo de situação natural onde o cão, ou melhor, a cadela come fezes é quando ela está com os filhotes recém nascidos. Uma boa cadela nunca vai deixar que seus filhotes fiquem num lugar sujo de fezes e urina. Como conseqüência ela vai lamber os filhotes após cada mamada, não só para estimulá-los a fazer o xixi e cocô (cachorros muito novinhos precisam de estímulos, na forma de massagens, para poder fazer xixi e cocô), como também para limpar a sujeirinha e deixar o “ninho” o mais limpo possível, evitando que o local fique contaminado

Assim que os filhotes estiverem mais crescidinhos a cadela usará de outros meios para ensiná-los a defecar longe da área aonde eles dormem e são alimentados. Ela passará a se levantar do ninho algum minutos antes deles estarem totalmente saciados. A procura das “mamadeiras” gostosas da mamãe os filhotes irão acompanhá-la para fora do ninho e acabarão fazendo as caquinhas (o que normalmente ocorre logo após o fim da mamada) do lado de fora, e não na caminha.

Já nesta época não se espera mais que a mãe, nem os filhotes procurem fezes para comer. Se isso estiver ocorrendo é preciso, antes de mais nada, levar o filhote ou o cachorro adulto num veterinário para afastar qualquer possibilidade de problema nutricional.

A coprofagia em filhotes mais velhos e em cachorros adultos pode estar relacionada com problemas que interferem na absorção normal dos alimentos.

Peça para o seu veterinário checar todas as possibilidades, como verminose, pancreatite, deficiência de enzimas digestivas, ou outros problemas no aparelho digestivo.

Um outro fator é alimentar. Uma dieta inadequada, pobre em fibras e/ou proteínas pode fazer com que o seu cão vá buscar estas substâncias nas fezes de um outro animal. Estudos também apontam que cachorros alimentados uma única vez no dia tendem a comer as próprias fezes mais dos que os cães alimentados duas ou mais vezes por dia. A explicação de tal relação está no fato de que alguns cachorros possuem uma dificuldade maior de absorver os nutrientes se eles forem oferecidos em uma única grande porção de alimento. Os nutrientes, nestes casos, acabam passando direto para as fezes do animal que, mais tarde, sentindo-se mal nutrido, acaba voltando nas próprias fezes para se alimentar.

É o que parece ocorrer também quando mais de um cachorro é alimentado ao mesmo tempo, muitas vezes no mesmo prato, e um cão é muito mais dominante do que o outro. O cachorro mais dominante pode até mesmo “impedir” que o cachorro mais submisso se alimente com um simples olhar. O cachorro mais submisso só irá se aproximar do prato quando o cão mais dominante permitir e estiver totalmente saciado. Desta situação duas coisas podem acontecer: segunda parte




O cachorro mais dominante come muito mais do que agüenta para não deixar que o mais submisso se alimente direito (competitividade) e acaba tento o mesmo problema que o caso descrito acima, ou seja, não consegue absorver todos os nutrientes da ração, ou;

O cachorro mais submisso passa fome e tem que recorrer as fezes do cão mais dominante para se alimentar.

Existe ainda a possibilidade de que seu cãozinho esteja “recolhendo” as fezes para não ser punido por ter feito a sujeira no lugar errado (ou lugar certo, mas ele não quer correr o risco assim mesmo).

É bastante comum que cachorros que foram punidos com freqüência, e ainda muito cedo, apresentem este tipo de comportamento. O grau necessário de severidade da punição para causar tal reação vai depender da sensibilidade individual de cada cachorro. Ou seja, nem sempre é preciso que o cachorro seja “espancado” a cada acidente para que ele passe a comer as próprias fezes.

Maus hábitos de higiene também têm sua contribuição. Filhotes que ficam presos em locais sujos podem desenvolver a habilidade de limpar a área por conta própria. Falta de atenção dos donos, tédio, solidão, medo e estresse emocional também podem deflagrar este comportamento impróprio.

Se o seu cachorro já está comendo fezes por aí, ou para prevenir que este problema venha a acontecer, aí vão algumas sugestões:

Alimente o filhote, ou cão adulto pelo menos duas vezes por dia (filhotes até 6 meses vão precisar ser alimentados pelo menos 3 vezes por dia) e com uma ração de boa qualidade. Se você possui mais de um cachorro na casa, alimente-os em pratos separados e certifique-se que todos estão tendo oportunidade de comer direitinho.
Procure manter o jornal do seu filhote sempre bem limpinho e, de preferência, não deixe o filhote ver você limpando as caquinhas. Não queremos que o filhote muito inteligente resolva imitar o seu comportamento “comlurbiano”.
Não brigue com o seu filhote se ele já tiver feito o cocô ou xixi no lugar errado. Simplesmente limpe a bagunça e espere uma oportunidade para pegá-lo no ato. Se você começar a ver movimentos circulares em cima do seu tapete persa pegue o filhote no colo e leve-o imediatamente para o local permitido. Se ele já estiver no meio do xixi, ou do cocô, não espere ele acabar. Interrompa-o com um sonoro “AÍ NÃO”, pegue o bicho no colo e leve-o imediatamente para o jornal. Chegando no jornal NÃO brigue com o filhote, pelo contrário faça a maior festa do mundo e se uma gotinha de xixi ou cocô cair no jornal faça ele se sentir o mais amado dos bichos.
Observe sempre que o seu cachorro for ao banheiro e crie uma rotina para distraí-lo assim que ele fizer o cocô. Acabado os negócios chame-o para um cômodo bem longe da área com o jornal e dê um biscoitinho para o totó. Enquanto ele fica distraído comendo o biscoitinho limpe o jornal rapidamente, sem deixar que o peludo veja.
Leve o seu cachorro para um check-up e se for preciso faça um exame de fezes no totó, conforme orientação do seu veterinário. Mantenha seu bichinho livre de vermes. Ligue antes para receber orientações de como coletar as fezes e como armazená-las de forma correta para que o exame seja o mais preciso possível.
Se o seu veterinário prescrever um remédio de vermes lembre-se que é muito importante seguir a risca as orientações dadas por ele. Administre o remédio na dose correta e nos dias exatos para não perder o ciclo dos parasitas.
Você pode também perguntar ao seu veterinário se ele recomenda algum tipo de “aditivo” para colocar na comida do seu cachorro e tornar as fezes desagradáveis. Existem produtos importados para este fim e também algumas alternativas “caseiras” mas NUNCA faça nada sem consultar o seu veterinário primeiro.
Reserve uma parte do dia para dar atenção e exercitar especialmente o peludo.
Claudia Pizzolatto – claudia@lordcao.com
Treinadora e Especialista em Comportamento Canino



Melody voltou um arraso e promete contar dicas de banho!

23 Aug

ola pessoal

primeiramente venho dizer que andei alguns meses sumida!

por falta tempo ou algo parecido, mais voltei e vou mostrar algumas fotinhas a vocês!

Prometo contar algumas dicas sobre shih tzu, shih tzu é cão muito delicado e precisa ser tratado com muito carinho mesmo !

Lambeijos